Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

31
Dez19

O tradicional balanço anual

Não podia deixar de vir até aqui, no último dia deste ano de 2019.

 

Foi um ano de reviravoltas, uma montanha russa de emoções. Um ano de provações, pessoais e profissionais. Um ano de superação, de muitas batalhas vencidas e tantas outras guerras perdidas. Tudo aquilo que tomei como certo em 2018, 2019 mostrou-me que tinha melhor para me dar.

 

Voltar a estudar, depois de um desemprego totalmente inesperado, foi sem dúvida a melhor decisão deste ano. Uma decisão arrojada, muito arriscada em termos financeiros. Mas, com muito esforço, concluída com sucesso. Não só pelo aumento das minhas qualificações como pela enorme carga que conhecer pessoas novas provocou na minha vida. 

 

Terminei uma relação que me fez/está a fazer renascer das cinzas. Reforcei laços, criei novos. Percebi que tenho um grande suporte e que não tenho de ter vergonha alguma por ter que recorrer a ele. Parei de alimentar a personagem que criei e comecei a viver. Por mim, pelas minhas ambições, pelos meus sonhos. Sejam eles poucos ou muitos, ambiciosos ou meramente realistas. Assumi a minha opinião como sendo a mais importante e estou a aprender a distinguir aquelas que devem ser tidas em conta ou simplesmente descartadas. É um trabalho contínuo, um investimento pessoal. Um processo moroso mas tão, tão compensador.

 

Bem vistas as coisas, 2019 foi um bom ano. Um ano de mudanças. Que 2020 seja a minha folha em branco. E que continuem todos por aqui, a ver-me escrever esta história! Bom ano! 

 

11
Set19

Só porque fiquei orgulhosa

Lembram-se de vos ter elucidado sobre uma das componentes do curso? Volto a tocar no assunto só para vos mostrar o resultado final, e como tive uma nota amazing, estou toda convencida! 

 

O programa foi elaborado e vai-nos fazendo perguntas, às quais temos de responder corretamente. Por exemplo, se a pessoa não der uma das respostas pretendidas ou escrever incorretamente, o programa avisa e solicita uma resposta certa.

 

Restaurante2.PNG

 

E como estava entusiasmada com isto, adicionei um pormenor não solicitada pelo professor, mas valorizado: o consumidor poder colocar o nome! (O professor só pediu para colocar o NIF)

 

Restaurante.PNG

 

Ah pois! Mas isto já passou, e já tenho saudades. A programação nunca mais acaba, só complica e complica. É incrível! Volto a dizer: admiro os informáticos. Mas não queria a vida deles!

 

28
Fev19

A ausência de resposta

Pois é, continuo sem resposta à dita entrevista. Tenho vivido num turbilhão de espetativa como há muito tempo já não me lembrava. Esta ansiedade, esta esperança...

 

Como já passavam bastantes dias, liguei para o número que me contactou e questionei se tinham algum feedback, uma vez que ficaram de me contactar. A rapariga que me atendeu disse que a pessoa com quem tinha falado estava ausente em recrutamento e que iria anotar para me ligarem. Bom, o trabalho seria para começar amanhã. Ninguém me ligou, ninguém devolveu a chamada. Acho que isso por si só, já é uma resposta...

 

18
Fev19

Em processo de espera

Como sou uma pessoa supersticiosa, não vou falar do trabalho a que a entrevista de sexta-feira se referia. Mas, posso dizer-vos que a proposta me deixou encantada, nas nuvens. 

 

A entrevista a que fui, era para part-time. Foi a minha primeira entrevista via Skype e digo-vos que até achei giro. Foi diretamente com a sede e acho que não correu mal. Quando chegou a altura de falar sobre mim, disse, além das experiências as expectativas. Que procurava um full-time, e caso fosse a escolhida, iria tentar conciliar dois trabalhos. Aí, a senhora que estava a ser simpática passou a espetacular. Disse-me que ainda não era do conhecimento público mas, que noutra empresa do grupo, ia abrir uma vaga para full-time já no início de Março. Explicou-me os horários, as condições, o sistema de folgas e férias, o vencimento, a duração do contrato e, que sendo a área que é, dão formação em Lisboa e no Porto, de 3 dias mínimo, tudo pago por eles. 

 

Fiquei verdadeiramente empolgada e entusiasmada com a hipótese de vir a trabalhar no local em questão. Ficaram de me ligar no correr desta semana, mesmo que a resposta fosse negativa. Não farei nada até lá e vou torcer para que a minha estrela da sorte me ajude. Em caso positivo, vou mudar de área mas é algo que não me assusta, até me entusiasma mais.

 

Fiquem a torcer por mim, serão dos primeiros a saber as novidades! 

 

15
Fev19

O tal dia experimental

Como disse no início da semana, na quarta-feira fui experimentar um trabalho novo. Vi a oferta de emprego online e como era para receção, decidi candidatar-me. A entrevista foi muito bonita, as condições muito apelativas e o vencimento igual ao que já tinha. Tinha a contra de não pagarem subsídio de alimentação. Mesmo não sendo obrigatório, a maioria das empresas paga e parecendo que não, mais uma centena por mês faz diferença.

 

Assim foi e na quarta-feira lá me apresentei. Surpresa: o trabalho, era para empregada de andares. Fazer a limpeza no hotel e trabalho de lavandaria. Ok, vamos ficar uns dias a ver, pode nem ser mau. As colegas pareceram maravilhosas, os patrões igual. Mas ontem, recebi um telefonema, para outra empresa à qual me tinha candidatado. Sinceramente, interessou-me mais, até porque não esperava que o trabalho fosse o que acabou a ser. Perguntei se poderia sair mais cedo, pelos verdadeiros motivos porque achei que devia ser sincera. Caiu o carmo e a trindade!

 

E pronto, não há trabalho e hoje vou à dita outra entrevista. Vamos ver se lá o emprego pelo menos é o que colocaram no anúncio. Bom fim-de-semana!