Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

23
Set19

Inflacionar os preços

Há uns meses, deu-me para fazer queques/muffins. Comprei a forma adequada e lá fui eu. Mas, depois de fazer pela terceira vez, cansei-me de ter que untar aquelas miniaturas com manteiga e decidi comprar as formas de papel. Fui onde vou sempre (Continente) e vi que, a medida que precisava, só havia com padrões e não todas brancas. Confesso que dar 1€ por 70 forminhas pareceu-me absurdo e acabei por não comprar.

 

Nas semana seguinte, nas compras habituais passei naquela secção por curiosidade e qual não é o meu espanto quando vejo que as forminhas estavam mais baratas. Comprei logo duas embalagens, claro está! Voltei para casa e fiz os meus queques, toda feliz e contente.

 

71898865_1434085666740537_8227489491665813504_n.jp

(fotografia tirada no dia 14 de Setembro)

 

Ontem, como me acabava o saldo dos tais cupões de 15%, fui gastar o saldo que acumulei previamente. E qual não é o meu espanto que, ao passar no tal corredor, vejo isto:

 

71203497_2350166718370306_6736297153099988992_n.jp

(fotografia tirada no dia 22 de Setembro)

 

Fiquei em tal choque, que tive de tirar fotografia ou nem eu acreditava no que acabava de ver. Inacreditável! Em menos de um mês, estas formas já tiveram três preços completamente diferentes uns dos outros! Sem promoção, sem nada. Só uma etiqueta diferente, à boa disposição deles!

 

Já não é a primeira vez nem o primeiro produto em que me apercebo disto. A maioria das pessoas pode nem reparar, pois não são coisas do consumo diário mas temos que estar atentos e denunciar estes caso se for preciso. É preciso ter os olhos bem abertos e reclamar. É nosso direito! 

 

19
Nov17

As promoções e as políticas de loja

Fã assumido da Playstation, o meu Doce não conseguiu evitar o entusiasmo e posterior aquisição da maravilha do século chamada VR - realidade virtual. Com uma promoção de 50% face ao original, foi a altura indicada para a concretização deste "sonho" que carregava meses de espera.

 

Assim, hoje bem cedo, deslocámos-nos à Worten para fazer a compra. Não tendo disponibilidade física, fizemos a encomenda pelo site tendo que a pagar na hora. Ok, até aqui tudo ótimo. Aproveitámos o pack VR + câmara (indispensável) + dois jogos = 299,99€ (quase metade do preço 'verdadeiro' do conjunto. Recebemos o comprovativo do pagamento e, a folha de levantamento do mesmo que chegaria na terça-feira para delírio do homem.

 

Como só entrava ao serviço às 16h, demos ainda um salto ao centro comercial para ver se eventualmente faríamos já algumas compras de natal. É então, que entramos na Fnac. E vemos o mesmo pack. O preço? 279€. Os mesmos jogos, a mesma composição. 20€ mais barata.

 

O Doce, só diz: "Que mer**! 20€! Porra, tanto dinheiro!". E eu, na minha personalidade caracteristicamente explosiva sugiro que façamos imediatamente a devolução na Worten e posteriormente comprar ali. O Doce lembra-me que a Worten é apologista da medida "Se encontrar mais barato, igualamos o preço". Tive a iluminada ideia de lhe dizer para tirar fotografia ao cartaz, não fosse a Worten chamar-nos aldrabões. E fomos à primeira loja novamente. Após exposta a situação, fomos informados que não podiam igualar o preço, pois a fotografia que tínhamos, não provava que era esse o valor. Contra-argumentámos e mostrámos inclusivamente a data da fotografia por ele tirada. A pessoa que nos atendia ligou para um superior que lhe recuou o pedido. E nós, fizemos o quê? A devolução. Voltámos à Fnac, que para além de mais barata, tinha o pacote fisicamente e acabamos o processo de compra.

 

Se fizemos bem? Sim e não. E porquê?

 

Sim, porque conseguimos poupar 20€, que não é nada não é nada, mas dá para comprar duas prendas de Natal. Não, porque tendo a Worten a política acima indicada, não devíamos ter desistido. Devia inclusivamente ter escrito no livro de reclamações pela falta de veracidade da campanha permanente. É uma aldrabice pegada e não devia ter ficado sem a nota. Certo que foi feita uma devolução e certo é que o motivo será sabido, mas agora que penso, devia mesmo ter exercido do meu direito de cidadania que é reclamar. O consumidor foi enganado, e bem.

 

08
Mai17

Eu experimentei - e falo sobre isso

Na semana passada, durante as promoções especiais por causa do dia do trabalhador, encontrei a um preço jeitoso a máscara da Garnier, SkinActiv - Hidra Comb. Há duas versões da máscara: para peles oleosas e para peles desidratadas, tendo eu optado pela segunda. É composta por extrato de romã, ácido hialurónico e sérum hidratante.

 

IMG_20170425_183901.jpg18405461_820539431442560_55501212_o.jpg

 

Entre decisões e indecisões, lá me dei ao trabalho de a experimentar. Só tive que limpar previamente o rosto e colocar em seguida a máscara e deixar atuar durante 15 minutos. A dita é literalmente um pano, com as aberturas todas no sítio certo e coloca se que é uma maravilha!

 

Depois da remoção, a cara deve ser limpa com um algodão ou esponja própria e está feito: uma pele super suave e hidratada. Notei em mim um novo brilho, coisa que já não tinha há alguns meses e gostei bastante. Sendo uma preguiçosa por natureza, foi um método ótimo que me poupou imenso trabalho e sobretudo imenso tempo.

 

Aconselho, vão gostar do resultado! 

 

(Este post não é resultante de nenhuma parceria)

 

26
Abr17

Umas belas promoções!

Sou uma moça muito simples. Bem, talvez simples não seja a palavra certa. Preguiçosa, isso sim.

 

Sou uma desgraça em tudo o que toca a cuidar de mim. Nem um creme hidratante com frequência consigo colocar. Vai em dois ou três dias e logo logo, a rotina já foi por água abaixo.

 

Assim é também com tudo o que envolve maquilhagem. Sou vaidosa, mas a preguiça... Ui, é tão mas tão forte. Não uso maquilhagem no dia-a-dia, muito raramente numa ou noutra saída e apenas porque assim o requer. O pior é o pós saída. Assim que chego a casa, é xixi cama - sem tirar absolutamente nada da fronha. Podem bater-me, têm toda a razão. Mas é o raio de uma preguiça que não dá para mais (juro que não é bebedeira, sabem que sou uma santa!).

 

Essa é, a razão pela qual não me maquilho. Porque sei que sou pior que um koala, não retiro o que quer que seja e sei que cada vez que não o faço, castigo a minha pele em anos de vida.

 

Mas, pois claro que ia haver um mas - até porque o título deste post o indica desde o início, queria ver se 'isto' está prestes para mudar. Agora que tenho tido mais tempo livre, que tenho feito as compras de casa com toda a calma e paciência do mundo, tenho olhado para alguns produtos com olhos de olhar. E confesso que já me rendi a alguns... Trouxe umas máscaras para casa mas ainda não lhes toquei. Há de faltar pouco, e prometo vir aqui dar o meu feedback! 

 

O que me traz aqui hoje são promoções! Sempre gostei de fazer compras online, pelo menos de ver os produtos por lá, nem que depois me dirija às lojas físicas e experimente as coisas.

 

Ontem por curiosidade fui coscuvilhar o site da KIKO. Eu sei que não devia mas há tanta coisa gira... E admirem-se, baratas! Sombras a 1,40€, batons e vernizes a 2. Um paraíso!

 

sombras kiko.PNG

 

batons kiko.PNG

 

vernizes kiko.PNG

 

É pena algumas coisas, nomeadamente algumas cores (lindíssimas!) já estarem esgotadas. Mas coisa barata não dura muito tempo, não é? Infelizmente... As promoções são quase todas da loja online, mas posso dizer que pelo menos os vernizes, estão ao mesmo preço na loja física!

 

Se precisam ou simplesmente querem renovar o stock de coisas giras em casa, visitem o site http://www.kikocosmetics.com/pt-pt/ e deliciem-se com as fantásticas promoções.

 

(Este post está livre de parcerias ou qualquer tipo de publicidade. Até à data, ainda ninguém quis nada disso comigo) 

 

07
Mar17

Viver na Alemanha - as compras

Além de todos os fatores encontrados até ao dia sobre ficar ou não pelo estrangeiro, há aqueles pormenores aos quais ninguém liga, mas que ajudam a balança a pender para um dos lados.

 

Fui me apercebendo ao longo destes dois meses, nas idas ao supermercado de alguns preços que fazem parte do meu dia-a-dia aqui. Tenho muita tendência a comparar os preços a Portugal, embora saiba que não o devia fazer. Porque não se ganha o mesmo que lá, logo os preços não podiam ser irmãos gémeos. O problema é que por vezes, nem primos são!

 

Acho que nas questões essenciais, estou pronta para me desenrascar. Tive e tenho uma exelente professora. A minha querida mãe ensinou-me entre muitas coisas, como fazer boas compras. Verificar o preço ao quilo, nomeadamente da carne/peixe, é uma regra base. Se eu vos disser que um quilo de peito de frango chega a custar onze euros, acreditam? E um quilo de salmão à posta, atenção que não são os lombinhos, consegue chegar aos dezassete euros/quilo, acreditam? Talho e peixaria são imensamente mais caros comparativamente ao que estava habituada.

 

Passamos então à fruta e aos legumes, dos quais não sou propriamente consumidora mas fiz, mesmo assim, as minhas comparações. Aqui os preços já são semelhantes. Indo aos poucos artigos que consumo, as framboesa custam o mesmo que em Portugal, as maçãs andam bem lá perto e os citrinos custam exatamente o mesmo. Já os legumes, são ligeiramente mais baratos.

 

Padaria é mais cara, sem dúvida alguma. Uma baguete simplicíssima chega a custar um euro! Pão de forma, croissants e mimos de pequeno-almoço custam entre vinte a cinquenta cêntimos a mais. Os lacticínios são mais baratos, nomeadamente os iogurtes. O leite é ao mesmo preço.

 

Produtos de higiene feminina custam o dobro! Ok, estou a mentir. Vistas bem as coisas custam o mesmo, na volta dos quatro-cinco euros caixa. Mas todas sabemos que só nos abastecemos dessas coisinhas quando estão a metade do preço no Continente ou no Pingo Doce, correto? O gel de banho e champô é uma pechincha - compro gel de banho a cinquenta cêntimos e champô de 250ml a noventa cêntimos, da Schwarzkopf, acreditam? Assim sim, vale a pena!

 

O que é sem dúvida quase oferecido, é o quê? Todas aquelas coisas que fazem bem à nossa saúde: as gulumisses. Pois é, tudo tão barato que até dói. Dói, mas não é na carteira, é na balança, depois de alguns meses a viver assim! Sabem quanto custam as tabletes pequenas da Milka? Setenta e nove cêntimos, ouviram bem, é isso mesmo. Como pode uma pessoa que não se afogar em chocolates aqui?! Depois admiram-se que as pessoas andam gordinhas por estes lados... Num aspeto, tenho que ser sincera: nas primeiras duas semanas, consumi bastantes doçuras, mas agora, dia-a-dia, parece que nem me chama. Provavelmente sou eu que já enjoei, ahahah.

 

Tirando os frescos, os preços estão ela por ela. As diferenças notam-se pelo facto de não haver promoções pontuais nem semanais. Há cartão cliente na maioria dos estabelecimentos, que acumula pontos conforme o valor das compras. Não há cá cupões ou ofertas especiais e muito menos somos premiados com 5€ após 500€ em compras no Continente. Pronto, é isto