Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

03
Dez18

Aquele momento em que... #81

... o Doce foi comprar-me um par de calças pelo qual me apaixonei perdidamente. Como não encontrou o meu tamanho, perguntou à funcionaria se não tinham mais. A moça diz-lhe:

 

- Temos sim, qual quer? 34 ou 36?

 

Como não visto nenhum desses, ele olhou-a de soslaio e pediu o meu.

 

Agora o meu à parte. A sério que trabalha numa loja? Onde está o profissionalismo?

 

28
Nov16

Black Weekend (ou espécie de)

Começou por ser Black Friday, e agora já é Black Weekend na maioria das lojas. Os descontos, são na verdade muito poucos. A confusão, é imensa. A maioria presenteou-nos com uns fantásticos 20% de desconto. Bem, eu até compreendo que se os descontos fossem maiores, havia uma grande probabilidade de haver prejuízos, mas também têm que compreender que se querem adotar as modas alheias, têm que criar descontos igualmente atrativos.

 

Há pouquinhos dias disse que ainda tinha a minha prenda de anos guardada. Pois foi, já não está. Ou melhor, está, mas noutras mãos. Cometi uma pequena loucura nestes dias... Não é que seja loucura loucura, porque sei que é algo que dura muito, e não se pode de todo comparar a uma imitação barata mas pronto, custa sempre... Comprei o meu primeiro perfume de marca! Foi talvez a compra que me deixou mais feliz nos últimos meses! Finalmente tenho o meu querido e adorado: La Vie est Belle!

 

thumbnail_large_lveb2016.png

 

 

É ainda de frisar, que, para além de estar uma confusão tremenda e cerca de dez funcionárias em loja, fui super bem atendida! Já andava a namora-lo há tantos meses e nada melhor que leva-lo agora com 20% de desconto! Já decidida ao que ia, entrei super confiante e pedi a uma colaboradora que me desse um exemplar da marca. Esta, chamou-me a atenção para o coffret, que custava exactamente o mesmo, tinha o perfume com os mesmos ml e ainda duas pequenas ofertas. Um atendimento rápido e eficaz.

 

Entretanto, ainda acabei por comprar uns básicos que fazem sempre falta, mas o grande momento deste fim-de-semana de pseudo-promoções, foi sem dúvida esta compra linda e maravilhosa 

 

 

01
Nov15

Atualizações

Na sexta feira disse-vos 'até logo', porque esperava contar-vos tudo e não cumpri. Por isso, hoje, tentando ser breve, passo a dizer como foi a tal entrevista.

 

Dirigi-me à loja, consegui estar lá cerca de dez minutos antes da hora marcada. Umas quinze pessoas, percebi depois, para o mesmo. 'Vou-me já embora', pensei, 'Oh, não sejas parva, espera e logo se vê'. As entrevistas estavam marcadas para as duas horas. Começaram às quatro e um quarto. Sim, às quatro e um quarto! Duas horas e meia depois! Sou muito pontual e por isso, acho que estou constantemente a querer cobrar isso aos outros (apesar de estarmos a falar de um assunto completamente diferente, não fazia ideia que poderia ser tão demorado ir ao raio de uma entrevista de emprego).

 

A entrevista em si, acho que não correu mal nem bem. É verdade, não me preparei minimamente, nem esperava ser chamada para uma 'entrevista'. Num questionário, para responder e entregar, havia uma pergunta à qual eu fiquei em dúvida. 'Disponibilidade para trabalhar em todas as nossas lojas'. Respondo que sim, sem ter qualquer ideia dos locais onde tinham lojas. Primeiro erro. Depois, senti que o facto de ter quase zero de experiência, não me ia favorecer nada, como sempre. Tenho carta de condução, uma vantagem. Não tenho carro próprio, uma desvantagem. 

 

Disseram que se, em 24 horas não fosse contactada, era porque ficou sem efeito. Ok, tudo bem. Voltei à minha vidinha e fui preparar mais currículos para entregar. Por volta das vinte horas, eu sossegada a jantar, recebo um telefonema:

 

- Boa noite, estou a falar com a Nadine?

- Sim...

- Ah, sou a colega X, era para dizer que amanhã vens comigo para a loja.

- Como assim?

- Ainda não sabes? Foste seleccionada, amanhã vens comigo. Vou buscar-te... (blá blá blá).

 

E assim foi. Ontem, já fui trabalhar. Tenho uma dor de pés inimaginável. As pernas, ou melhor, os músculos, coitadinhos... Falta de hábito. E assim, ao que parece, arranjei trabalho. Acho que fui A seleccionada. Sou vendedora de uma sapataria. 

 

08
Jul15

Políticas de Loja

Quando toca a lojas, são muitas aquelas em que me perco. A Parfois é só (mais) uma delas. Todas aquelas malas, carteiras, acessórios... É tudo tão perfeito! Acho que já se percebeu... 

 

Ontem, numa volta rápida aos saldos, fui lá. Fiquei desapontada, muito mesmo. Não com o atendimento, as coleções ou mesmo os preços. Só com uma situação que presenciei.

 

Vi duas senhoras a experimentar quantos brincos havia na loja. Como sabemos que brincos não se trocam e muito menos se experimentam, fiquei feita estúpida a olhar para elas.

Até que a funcionária, atenciosa, como sempre, se aproxima e pergunta se procuro alguma coisa em especial. Aproveitei a deixa e questionei-a em relação ao facto de se poderem experimentar brincos, ao que ela me responde com uma naturalidade descomunal: "Sim, aqui é permitido.".

 

Até aqui, até podia ser aceitável se, após a 'exprimentação' OS BRINCOS FOSSEM DESINFETADOS! Todos os que elas experimentaram voltaram para os expositores, para qualquer outra cliente pegar. Agora expliquem me como é que uma loja deste nome permite uma coisa destas e não desinfeta o raio dos brincos?! Estou em choque! 

 

Eu, desinfeto os meus brincos frequentemente, mesmo entre utilizações. Agora imaginem comprar para oferecer. É mais que natural que a pessoa que os comprou e que os recebeu nunca vai imaginar que já estiveram nas orelhas de alguém! Depois estranham apanhar infeções com brincos novos, aqui está a explicação!

 

Não sei se esta prática é recorrente em todas as lojas da marca, caso não o seja, lamento referir toda a empresa em si, mas aconselho a que mudem rapidamente esta política, eu pelo menos que tomem uma atitude em relação a este facto.

 

Este desabafo não significa que vou deixar de visitar a loja, apenas mudou o meu sentimento em relação a ela. Tive que partilhar o meu descontentamento com esta falta de higiene, porque isto, não pode ter outro nome se não esse.