Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

24
Abr19

Um ano de vida comum

Hoje, véspera de feriado, faz um ano que eu e o Doce juntámos os trapinhos.

 

Estes 365 dias têm sido uma aventura e uma prova constante. A decisão, ainda que precipitada, de irmos morar juntos tornou-se das melhores decisões da minha vida. Era um dos passos que mais queria, (pela independência que isso nos traz) mas que ao mesmo tempo mais receava. 

 

Houve uma redução drástica nas saídas, nas extravagâncias e nos passeios a dois. As consequências da nossa decisão ficaram à vista. Por vezes, chegámos a ponderar voltar para casa dos pais mas demos a volta e mesmo com dificuldades, ainda cá estamos.

 

O meu desemprego veio abalar ainda mais as coisas. Tinha já definidos os objetivos, o fim dos créditos e finalmente um alívio financeiro. Infelizmente, pregaram-me uma partida. Partida essa que me levou a voltar a estudar e que até agora me mantém ocupada e consideravelmente feliz. 

 

Costumo dizer, ainda que em brincadeira, que faço com o dinheiro o mesmo que Jesus fez com o pão e a sardinha. Descobri uma faceta ainda mais capaz do que aquela que já sabia ter. Tenho orgulho em mim. Em nós. E na educação que recebi (Obrigada mãe!).

 

Não vou dizer que não tenho dias em que desespero, em que não choro porque não posso comprar uma peça de roupa ou jogar uma mísera chave de euromilhões. Mas tento sempre lembrar-me que as contas, essas estão em dia. E que no final, isso é que é importante!

 

Um ano, Doce. Um ano da nossa casinha, com quase tudo o que queremos. Um ano de superação, um ano de batalhas vencidas. Mais estarão para vir, é certo. Mas se continuarmos juntos, podemos tudo! Vamos olhar para trás e sorrir a todos os que nos disseram que não éramos capazes. Porque fomos. Porque somos! 

 

14
Mar19

A Sweetener e a Fairy Tail

Nunca gostei de anime e tenho que ser sincera sobre isso. Mas acabei sempre por ter um/a amigo/a que era fanático/a e não percebia como eu podia não gostar, da mesma forma que eu não percebia como eles podiam gostar. Depois veio o Doce - que adora anime. Ele foi-me tentando converter, mostrou-me os prós, as mensagens, a filosofia que um anime pode trazer, as mensagens subliminares e tudo mais. Eu, sempre cética, não ligava nada. 

 

Um dia, ele pediu-me para ver anime com ele. Disse-me que havia um que eu ia gostar e querer ver com ele. Cética again, lá aceitei. Eram só 20 minutos e tendo em conta que já o fiz assistir a "Anatomia de Grey", era justo fazer-lhe a vontade. Assim, começámos a ver "Fairy Tail".

 

Post isto, a Sweetener disse/fez/faz mais uma coisa que nunca imaginou possível: gostar de anime. Ou melhor, deste anime em especial. Para quem sabe do que eu estou a falar e que conhece "Fairy Tail" sabe que o Natsu, a Lucy e afins são muito bonitos e tal mas a verdadeira estrela, para mim, é o Happy. E eu apaixonei-me por aquele gato com asas! 

 

Faz hoje um mês, dia dos namorados portanto, o Doce obrigou me a ficar acordada até às 24h para abrir o presente. Mais cerimónia que no meu aniversário. Mas acabou a ser perfeito!

 

53851662_303952560277912_7260356555613143040_n.jpg

 

Recebi o Happy! Felizmente, o Doce filmou o desempacotar e tenho a minha reação para a posterioridade (e foi hilariante!). Diz ele que assim, andarei sempre happy 

 

14
Jan19

Aquele momento em que... #82

... ficas tão, mas tão orgulhosa do teu homem!

 

O Doce é pessoa que não reclama, não responde mal, não se impõe, chega a deixar que abusem da boa vontade dele (E isso irrita-me profundamente, ele sabe). Hoje, ligaram-lhe da DECO. Ele disse que não, e a moça insistiu, e ele repetiu não, e a moça perguntou porquê, e ele volta ao não, e ela volta ao porquê, gostava de saber. E ele responde: Eu também gostava de saber muita coisa e não sei. Não quero ser mal educado, e já disse que não estou interessado. 

 

Ai homem, que orgulho! Até fiquei com os calores!