Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

09
Dez16

Feriados Festivos

Ontem foi um dia especial para uma pessoa que me é muito querida: a minha mãe. e como só se faz anos uma vez por ano, e tal como a celebração o implicava, e o facto de ser feriado também ajudou, fomos passear.

 

Já há muito que falávamos no assunto e foi ontem então que decidimos ir até Lamego. Depois de quase uma hora de viagem, chegámos. Dizer que estava frio era pouco! Visitámos o Museu de Lamego, que sinceramente me desiludiu um pouco. A grande maioria das pinturas a óleo estava bastante danificada. Notoriamente não levaram a camada protetora suposta para os proteger da erosão do tempo.

 

Depois de um bom almoço, foi hora do mais esperado: subir as escadas para a Nossa Senhora dos Remédios. E para meu espanto, não custou nada. Ou quase nada. 625 escadas! Subir e descer! É tão estranho não ter custado tanto como pensei. Melhor ainda! 

 

Tendo em conta que tinha que vir trabalhar, saímos de lá por volta das 17h, e ainda bem que o fizemos, caso contrário, não teria chegado a horas. Porquê? Porque nos perdemos, e quando demos por nós, estávamos praticamente na Régua. Isto é que foi andar para norte!

 

Mas felizmente, correu tudo pelo melhor e conseguir apresentar-me ao serviço a horas! Vamos ver onde o próximo dia juntas nos leva! 

 

08
Dez15

Desculpas

Tenho andado muito afastada deste mundo. E custa-me, acreditem que sim. A causa? Trabalho, trabalho e outra vez trabalho. Para uns, será visto como uma desculpa esfarrapada. Outros, talvez entenderão.

 

Tenho um horário dito normal. Trabalho de Domingo a Domingo, com (habitualmente) uma a duas folgas semanais. Entro às 10, saio às 20h. Não fosse estar fora da minha cidade e precisar de sair de casa cerca de hora e meia antes e chegar hora e meia depois, tudo estaria perfeito. A empresa tem oito lojas no total: três na cidade, duas nos arredores e outras três em diferentes distritos. Eu, como sou nova na empresa e não tenho carro próprio, ando a reboque, a saltar de loja em loja, tal como os restantes colegas, claro está. 

 

Somos todos novos, a maioria na casa dos vintes e uma ou outra colega nos trintas. Ainda não trabalhei com todos, mas acho que são pessoas muito simples e acessíveis. Claro que uns mais que outros mas sempre disponíveis a ajudar. Há bom ambiente, e acho isso um fator muito importante.

 

Já fez um mês que ali estou, já recebi o meu ordenado e estou escandalizada com o valor que descontei para a Segurança Social! Acho que é isto a que chamam vida adulta, se bem que continuo sem saber o que é pagar uma renda, ter filhos e manter um carro. Tudo a seu tempo, como se costuma dizer.

 

Acho os patrões muito corretos, apesar de tudo o que já ouvi a respeito deles. Como diz o ditado: "Ganha fama e deita-te a dormir". Pois bem, deve ter sido isso que aconteceu ali porque até agora, não acho ter fundamento o que se diz por aí. Os subsídios são pagos todos direitinhos, as horas extras também. Está tudo certo.

 

Este mês de Dezembro é um terror. Devido ao típico português, que faz tudo na última das horas, até o dia 24 vou ter que trabalhar! E como há falta de pessoal, nem folgas tem havido. Consegui uma hoje, depois de duas longas semanas, só e simplesmente porque a minha Maria mamã faz anos e pedi para passar o dia com ela!

 

Acredito que vou sobreviver. Se não me mandarem embora, sinceramente, também não penso sair. Vou arranjar-me para em conjunto com a minha Maria mais nova, levarmos a mamã a jantar fora e lhe fazer-mos uma boa surpresa. Um resto de bom feriado! Até qualquer dia!