Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

07
Mar18

Ser saudável, de corpo e mente #1

As recentes turbulências na minha vida pessoal implicaram mais mudanças do que aquelas que podia ter imaginado. Agora, que consigo olhar para tudo com mais calma (e sobretudo racionalidade), percebo que aconteceram para me dar um valente abanão e me fazer acordar.

 

Ao longo dos anos, fui perdendo algo que nunca tive em excesso, mas indispensável à vida: o amor próprio. Achava que nunca me tinha feito falta, até que o barco embateu num iceberg e fui sacudida à força para o mar. Andei algum tempo à deriva e quase que me afoguei. Mas felizmente encontrei uns destroços e agarrei-me a eles. E a mudança, começou.

 

O que muita gente não sabe, e eu, sem dúvida que fazia parte dessa grupo, é que só há um amor incondicional: o que temos por nós próprios. Demorei 22 anos a descobrir isto, acreditam? E digo-vos, do fundo do coração que está a ser uma viagem completamente alucinante.

 

Como um blog é feito de partilha, não vou contar tudo nesta publicação. Vou começar esta espécie de rubrica "Ser saudável, de corpo e mente", onde vou partilhar por tópicos as mudanças por que estou a passar e que me estão a dar sem dúvida, uma melhor qualidade de vida.

 

O primeiro objetivo desta mudança, no que toca a alimentação foi:

 

1 - Cortar nos sumos

 

Fã assumida de chá frio, era aquele tipo de pessoa que bebia como quem não via líquidos há meses. Bebia meio litro à refeição - sem qualquer problema. Sempre achei que por não cometer erros noutras bebidas - álcool, sumos com gás e por aí diante, podia abusar numa bebida tão açucarada como esta. Assumi um compromisso e retirei o Ice Tea da minha vida. Decidi permitir-me bebê-lo apenas numa saída com amigos, por exemplo, onde as alternativas para além dele, para mim, são poucas. Tirando isso, no dia-a-dia, foi um corte total. E digo-vos que não foi uma decisão nada fácil. Mas hoje, a celebrar o primeiro mês sem ele, sinto-me vitoriosa. Não só não bebo como não sinto vontade de beber. E esse, esse é sem dúvida o maior feito! 

 

10 comentários

Comentar post