Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

12
Out18

Desafio - 52 Semanas

52.0.JPG

 

Semana 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são...

 

Este tópico tem muito que se lhe diga... E eu ainda preciso de aprender tanto!

 

- A compreensão. Devia ser natural mas tem alturas que acaba por não o ser. Julgamos nos mal compreendidos quando, se pensarmos bem, também não somos compreensivos. É mais difícil do que parece colocar-se no lugar do outro, com outras circunstâncias. Devemos fazer um esforço.

- A divisão de tarefas. Por muito que já tenhamos conquistado, ainda existe a ideia que a mulher tem que tratar da casa, fazer as refeições, cuidar dos filhos. Fico muito triste quando digo de peito feito que o meu Doce partilha as tarefas domésticas comigo e levo gozos. Porque um homem não deve nem tem de ajudar. Ajudar, sabem. Porque é só a mulher que suja...

- A expectativa. Temos tendência a colocar las bem la no alto, achar que vai ser um conto de fadas. É um erro crasso. Se formos realistas quanto ao que esperar, seremos bem mais felizes.

- As finanças. Sem dúvida, o que leva muitos casais a deixarem de o ser. A parte financeira é um problema, sobretudo se os dois não virem o dinheiro da mesma maneira. Provoca muitas discussões e desentendimentos. Porque não auferem do mesmo, porque não poupam da mesma maneira, porque não pensam no futuro... É demasiado extenso este ponto.

- Os planos. Muitas vezes entramos numa relação sem fazer as perguntas básicas. Se querem casar, ter filhos. E mesmo quando se fazem, como pode uma pessoa dar uma resposta acertada quando não sabe no que aquilo pode dar? Porque a vida muda, e de repente, podemos perceber que afinal aquilo que sempre quisemos, já não queremos. Ou pelo menos não com aquela pessoa.

- A família. Nem sempre somos recebidos como esperamos pela família da nossa cara-metade. Coisa que acaba por ser tema de conversa, provocar atritos porque afinal, família é família...

 

Pronto, acho que é isto 

 

1 comentário

Comentar post