Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

17
Out15

Decisões

Hoje, escrevo-vos de minha casa, do meu humilde lar. Voltei para Portugal. 

 

A decisão de voltar foi ponderada, ainda que pareça que não. Percebi que, ser universitária, não é para mim. Não é o que eu quero. E, antes que chegasse a um ponto mais avançado, decidi desistir. Não o fiz por saudades, dificuldades linguísticas ou condições financeiras. Filo por mim. Ainda que possa não parecer válido, percebi que não gosto o suficiente de fotografia, ou de qualquer outra opção, para dedicar três anos ou mais, da minha vida. 

 

Ainda estou um pouco acho que em estado de choque. Custa-me entender o que se passou comigo. Eu, que sempre quis ser licenciada. Eu, que toda a minha vida amei estudar. Talvez com o tempo consiga ver melhor as coisas e ter outra perspetiva do assunto. Por agora, estou a tentar digerir tudo. Apesar de saber que é normal, torna-se complicado lidar com os outros quando eu, ainda não consigo lidar comigo mesma.

 

Os que me amam, dizem que foi uma experiência. Para mim, é só mais uma derrota.

 

10
Out15

Coisas

Hoje sinto-me cheia de amor. Amor, de todos os lados possíveis.

 

Foi dia de falar com a mamã, a mana e os vovós no Skype. Foi dia de os ver, dia de me sentir amada e acarinhada. Senti-me tão em casa, ainda que não lhes pudesse tocar. Os pequenos gestos, fazem mesmo uma enorme diferença. Pequenas coisas, como dizerem que já têm castanhas guardadas para mim, quando os visitar, no natal. Sim, leram bem, castanhas. Faço anos no dia de S.Martinho, é a tradição, tem que haver castanhas nesse dia! Eles estão a apoiar-me tanto e eu sinto que de alguma forma, não lhes estou a retribuir o gesto. Mas vou fazer um esforço, e estes pequenos momentos dão-me força para continuar!

 

E depois, é o blog. Finalmente, consigo dedicar mais tempo ao blog e os frutos, começam a aparecer. Ontem, foi provavelmente o melhor dia do blog desde que o criei. 83 visualizações, 8 novos subscritores! Sei que, comparado a muitos é algo completamente insignificante mas para mim, é um número absolutamente fantástico! Ah, e mais, pela primeira vez, na página de leituras, vi o meu blog como sendo um dos recomendados! Estou tão contente por isso! Vou fazer de tudo para continuar assídua, e tentar deixar de fazer posts deprimentes mas sim de todas as coisas boas que esta nova aventura me vai trazer. 

 

Amanhã é um novo dia, e cada dia, é uma nova aventura! 

 

Obrigada! 

 

08
Out15

Primeiras impressões

Cá vamos andando... Já passaram quase três semanas. A de apresentação, de introdução ao curso e praticamente a primeira semana de aulas. Aparentemente, porque o meu horário ainda está em mudanças, vou ter aulas às segundas, quartas e sextas. Não é mau, mas preferia não ter dois dias livres a meio da semana e sim, os quatro dias seguidos, tanto para questões de trabalho como para uma escapadinha a Portugal.

 

Morar nas residenciais acaba por ser bom, eu pelo menos, estou a gostar. Tenho o meu canto, onde posso estar sossegada, só moram raparigas no meu andar e, apesar de sermos todas de cursos e nacionalidades diferente, dos escassos encontros, até são simpáticas.

 

Em relação ao curso, ainda estou muito à deriva. Talvez pelo facto de não ter qualquer base em fotografia ou mesmo por não ser na minha língua materna, o que, parecendo que não, também complica as coisas. E então, porque é que escolhi fotografia? E porquê no estrangeiro? Porque não tinha média para entrar na minha primeira opção (arquitectura), porque fotografia sempre foi um hobbie, um gosto pessoal, uma actividade de tempos livres. Porque sempre gostei do inglês e sonhei com Londres. Decidi tentar.

 

Mas toda eu continuo um misto de emoções. Já não tenho aquela vontade irracional de apanhar o primeiro avião de volta a casa mas também ainda não estou como queria. Esta anormal, que está a ter a melhor oportunidade da vida dela, passa os dias a lamentar-se e a ter pena dela própria. Incrível! Mas a velha Nadine vai voltar, eu sei que sim. Só está, digamos que, ligeiramente atrasada...