Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

26
Ago17

Notícias fresquinhas & maravilhosas

Já estão prometidos desde a semana anterior e pela lógica até só chegariam para a semana mas a coisa proporcionou-se de outra maneira e, agora que já tenho a certeza de que todos os factos são reais e palpáveis, já vos posso dar a boa nova: I am working! I have a job! 

 

Yes my friends, it's true! Estou a trabalhar faz hoje duas semanas, começo amanhã oficialmente a exercer a minha nova função. Apenas amanhã porque, foram duas semanas de formação dirigidas à função e parece que agora me encontro preparada para exercer o cargo a que me comprometi!

 

E lá vai o rufar de tambores... Meus caros leitores, aqui a Sweetener... É rececionista de hotel!

 

É um trabalho como todos os outros, bem sei. Poderá ser igualmente desgastante nos meses de verão e secante nos de inverno. Será monetariamente inferior ao que alguma vez recebi na sapataria. Mas malta... 80% das pessoas recebem o ordenado mínimo, e muitas delas até têm formação superior! Além disso, não vou trabalhar 12 horas seguidas em pé sem sequer me poder encostar. Não vou viver debaixo de uma pressão psicológica constante. Vou ter um horário fixo e certinho. Tenho colegas que AJUDAM! (E desculpem lá a maiúscula) E mais importante que tudo: vou obrigatoriamente usar e abusar do meu inglês! Fazem a ideia do valor que isso tem para mim, daquilo que isso significa?! Estou histérica, eu sei, eu sei. Ainda vocês me estão só a ler, por isso imaginem a histeria real! É de partir o coco a rir da minha felicidade infantil!

 

Rececionista de hotel, assim, do nada. Um dia banal, uma ida à cabeleireira igual a todas as outras. Falaram-me de um hotel que estava a precisar. Hotel, ah, hotel... Sem experiência nem formação, nunca será para mim. Vim para casa, fiz a pesquisa habitual no IEFP e restantes sites de emprego e encontrei um anúncio para rececionista de hotel. Hum, coincidência ou a mesma coisa? Bem, não perco nada. Vamos aproveitar que é sexta. Imprimir um currículo, ir ao local e apresentar-me. Entrevista interessante e feita na hora. Trabalho a tempo inteiro. Bem, até poderá ser bom presságio. Feeling positivo pós-interview mas, já se sabe, esses meus feelings não são lá muito certeiros. Uma chamada da parte da tarde, um início de trabalho no sábado de manhã.

 

Como é notório, estou feliz. Radiante aliás! Voltei à vida, voltei à rotina, e voltei em grande! 

 

20 comentários

Comentar post