Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

Sweetener

Ser feliz com adoçante!

16
Mai17

Leituras

A vontade de pegar num livro para ler era muita, mas ser capaz de me sentar a fazê-lo estava a custar-me muito. Entre desculpas e mais desculpas, lá me entreguei às leituras em inícios da semana passada. Umas promoções nos supermercados eram o incentivo que eu precisava!

 

Fã incondicional da Jodi Picoult, comprei o livro 'Para a minha irmã'. Devorei-o em pouco mais de três dias. Foi uma leitura muito interessante, que me fez ler só mais uma página de cada vez que queria parar. Um livro que me manteve super cativada do início ao fim. 

 

É uma história de emoções fortes, que nos mostra até que ponto os pais podem tomar decisões em nosso nome por acreditarem num bem maior. E qual será o limite da nossa boa vontade, quando se fala em ajudar uma familiar tão próximo? Sentimentos contraditórios, medos e confrontos. Um livro que recomendo vivamente.

 

Sinopse: 

" Anna não está doente, mas até parece estar. Aos treze anos, já fez inúmeras cirurgias e transfusões para que Kate, a sua irmã mais velha, possa combater a leucemia que a afeta desde a infância. Anna foi concebida para ser dadora de medula compatível com Kate, uma vida e um papel que ela nunca questionou...até agora. À semelhança da maior parte dos adolescentes, Anna começa a questionar quem realmente é. Mas, ao contrário da maioria dos adolescentes, sempre foi definida em função da irmã. E é então que Anna toma uma decisão impensável para a maioria das pessoas, uma decisão que faz com que a sua família desmorone e que pode ter consequências fatais para a irmã que ela adora. 


Um livro que questiona o que significa ser bom pai ou mãe, boa irmã, uma boa pessoa. Será moralmente defensável fazer qualquer coisa para salvar a vida de uma criança, mesmo que isso implique desrespeitar os direitos de outra? Valerá a pena tentar descobrir quem se é de facto, quando essa pergunta nos faz gostarmos menos de nós próprios? Deveremos seguir o nosso coração, ou deixar-nos conduzir por outros? "

 

978-972-25-3194-8_Para-a-Minha-Irma.jpg

10 comentários

Comentar post